3 razões pelas quais as mulheres fortes continuam namorando Homens “meninos”.

0
260

Na semana passada eu abri meu e-mail para uma pequena, mas incrível nota de uma amiga com um link para um artigo que “a lembrava de mim”

Eu e meus amigos temos debatido a ideia de namorar homens-meninos, durante anos. Por que nós namoramos eles? Por que eu não percebi que ele era um homem-menino mais cedo? Pelo amor de Deus – como eu faço para achar um HOMEM vivo de verdade?

Eu confesso – eu estou ficando presa aos detalhes enquanto sofro com essas questões. O artigo me deu confiança para libertar-me, mas levantou tantas dúvidas e questões como ele as respondeu.

Eu tenho visto algumas das minhas mais fortes amigas MULHERES namorarem meninos após meninos após homens (não, deixa para lá, acabou sendo um menino mesmo) … e inexplicavelmente continuam arrastando homens imaturos para relacionamentos, na esperança de que eles sejam apenas diamantes a serem polidos.

E até mesmo para mim, eu sei sem dúvida nenhuma que eu fico claramente no lado da “mulher” sobre este assunto. Mas, como Amy aponta – MULHERES optam por ficar com os HOMENS não com meninos, e os homens optam por ficar com MULHERES. Então porque é que mais uma vez, depois de outro coração partido, eu estou percebendo que eu tenho tentado ter um relacionamento maduro com…um menino. (Aff)

Onde eu estou errando? E eu como faço para quebrar o ciclo?

Eu passei a última semana abordando os meus amigos (e estranhos engraçados) para um conselho sobre o assunto:

Problemas paternais

Amy refere-se a uma definição dos psicoterapeutas no porquê que nós escolhemos namorar meninos. E, embora a idéia de “problemas paternais”seja uma bola muito pesada para jogar, a psicologia das “atrações da carência” acerta na mosca. A teoria diz que somos atraídos por pessoas que são exemplos das piores características emocionais de nossos pais. Basicamente, ele explica que somos atraídos por pessoas que provavelmente vão nos machucar da mesma forma que fomos machucados na nossa infância, enquanto nossa psique tenta recriar o passado negado e nos salva, alterando o seu final.

“A criança em nós acredita que, se os autores originais – ou seus substitutos atuais -, finalmente, mudem suas mentes, se desculpem, ou compensem por esta terrível ruptura de confiança, nós podemos escapar da nossa prisão de indignidade. Nosso autoconsciente é atraído pelas qualidades positivas que ansiamos, mas o nosso inconsciente nos atrai para as qualidades que mais nos feriram quando crianças. “- Psicologia Hoje

Isso pode ser apenas trecho para algumas pessoas. Mas falar em alto e bom tom para os outros.

Então o que você deveria fazer? Fique esperto nisso enquanto você conhece pessoas e permiti o crescimento de relações íntimas. Faça um exame de consciência limpa em seu relacionamento com sua família e os homens de sua vida. Nossas vidas são construídas de forma infinita sobre as ações do nosso passado. Cada decisão que tomamos é baseada, consciente ou inconscientemente, nas nossas experiências passadas. Atrair soluções e conhecimento ao seu passado será um grande passo na procura de alguém que realmente complete quem você é agora e não o que faltava em você na sua infância.

Expectativas vs realidade

Falando do meu pai, recentemente ele veio com um discurso retórico sobre pessoas correndo para se casarem. Ele é um pastor e conselheiro matrimonial (a ironia me mata). Mas, falando sério, ele é um homem inteligente e intuitivo e não tinha idéia, quando ele estava narrando essa história para mim, como oportuno e útil realmente foi.

Ele diz que há seis pessoas em qualquer relacionamento. Há o verdadeiro eu de uma mulher, quem ela costumava ser e quem seu parceiro espera que ela se torne. Há também o verdadeiro eu de um homem, quem ele costumava ser, e quem sua parceira espera que ele se torne.

Isso definitivamente explica muita coisa.

Claro, que é saudável pensar sobre o passado e o futuro, mas os relacionamentos facilmente se resolvem em exemplos não saudáveis quando você começa a dizer como você quer que seu parceiro seja. Ou, depois de alguns anos em um relacionamento, você ainda está falando com a pessoa que seu parceiro costumava ser. Duas pessoas que não estão se comunicando honestamente podem ser a alma gêmea um do outro, mas realmente nunca se darão bem enquanto as expectativas e histórias façam parte de uma equação.

É uma realidade difícil, mas avalie com quem você realmente está em um relacionamento. Você está namorando o verdadeiro eu da pessoa? Ou você está namorando eles pelo que você acha que eles podem ser tornar?

Uma vaga para preencher

Ser solteiro mais tarde na vida significa que você teve muito tempo para criar, recriar e recriar de novo, a sua imagem de um homem perfeito. O pior conselho que já recebi foi quando uma mulher mais velha me disse para escrever tudo o que eu queria em um homem. Imaginá-lo e visualizar a nossa vida juntos, e algum dia você vai encontrá-lo e perceber que ele é o escolhido.

Foda-se essa merda.

Às vezes eu não consigo evitar, mas carrego comigo um roteiro bem escrito para a minha vida. Eu tenho um currículo do homem perfeito, que tipos de coisas que ele gosta, o que ele faz, onde temos diferenças sutis mas complementares. Eu sei exatamente o que eu quero em um homem.

Este é um problema de duas caras. Nós rapidamente descartamos homens que não preenchem o currículo. E nos agarramos a homens que aparentemente completam palavra por palavra do perfil do parceiro perfeito, mas a relação é tumultuosa e termina em agonia. (Fui muito dramática?)

Talvez o currículo precise de uma atualização (uma vez que é provável que você o inventou na adolescência) e, talvez, você precise largar de mão. Convide vínculos inesperados para sua vida e crie o ambiente para alguém incrível aparecer.

Deixe os meninos para trás e abrace ser uma mulher real. Só uma coisa faz você se sentir mais feminina e sensual do que namorar um homem de verdade – ser feliz sem namorar ninguém.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here