Como Eu Abandonei os Doces.

Em janeiro de 2011 eu abandonei o açúcar.

Especialistas e nutricionistas me disseram durante anos que eu deveria. Eu tenho uma doença auto-imune (Hashimoto, uma doença que ataca a tireóide e afeta principalmente mulheres acima dos 30) e o açúcar agrava meu estado terrivelmente. Alguns até falam que, em primeiro lugar, o açúcar é que causa a doença.

Eu também era viciada na coisa toda, comendo acima de 25 colheres de chá de açúcar por dia – mel no meu chá chai, chocolate amargo todas as tardes e doces guloseimas depois do jantar. Tudo parecia “açúcar saudável”, mas como eu aprendi logo, açúcar é açúcar, mesmo que ele venha de uma colméia ou de um campo de cana-de-açúcar.

Hoje eu ainda estou longe do açúcar; Eu perdi peso, não tenho mais quedas repentinas às 3 da tarde e gerencio minha doença muito melhor. Eu comecei a escrever um ebook sobre como eu parei com essa coisa branquinha – um programa de 8 semanas que direciona pessoas a comerem todo os alimentos  e a substituírem o açúcar por, sim, gorduras saturadas e proteína saudáveis.

Curioso para experimentar por si mesmo? Abaixo, essas técnicas podem ajudar:

  •  Suco de frutas e frutas secas

Sem perder tempo: um copo de suco de maçã contém a mesma quantidade de açúcar que um copo de Coca-Cola. Isso é cerca de 10-12 colheres de chá em um copo normal. E as frutas secas contêm 70% de açúcar.

Oh, mas o açúcar das frutas é natural, você pode querer dizer. É verdade, mas o petróleo também. Só porque algo é natural não significa que estamos propensos a comê-lo. A fruta é muito rica em açúcar. Comida na sua integridade, com a fibra e a água intactas, nós somos capazes de metabolizar a frutose. Mas quando a fibra ou a água é removida, no caso de suco e frutas secas, ficamos com um monte de açúcar que nosso sistema simplesmente não pode processar. O melhor truque é: optar por frutas com frutose baixa, como frutas vermelhas e kiwis.

  • Aprenda a ler os rótulos

A única maneira de manter os dois olhos em sua ingestão de açúcar é saber quanto está escondido nos produtos que você está comendo. Para fazer isso, procure no gráfico “Informação Nutricional” na parte de trás do pacote e encontre “Quantidade por porção”. Olhe para a quantidade de açúcar listada nesta coluna. Será em gramas ou ml. Em seguida, divida as gramas de mls  por quatro para obter o número de colheres de chá. Se o seu cereal aponta 30g de açúcar por porção, você está comendo mais de sete colheres de chá de açúcar antes mesmo de sair de casa

Muitos especialistas e instituições, incluindo a Associação Americana do Coração aconselham que nós devemos consumir cerca de 6-9 colheres de chá de açúcar por dia apenas.

Como regra geral: tente comer apenas produtos com menos de 6g de açúcar por 100g ou 100mls. Mais do que isso e você vai descobrir até o final do dia a que a sua ingestão “incidental” açúcar é muito alta.

  • Coma derivados gordos do leite

Saiba que: quando a gordura é retirada de produtos como iogurte, é muitas vezes substituído por açúcar (e um monte de outros ingredientes desagradáveis) para compensar a textura perdida e o gosto.

Dê uma olhada na parte de trás de um potinho de iogurte. Qualquer adição de açúcar acima de 4,7g / 100g (que é o conteúdo livre de frutose e de lactose) é açúcar acrescentado. Alguns iogurtes contêm seis colheres de chá de açúcar em um pote individual. O mesmo se aplica à maionese – escolha sempre com o ovo inteiro e as versões com gordura total para evitar o despejo de açúcar que engorda.

  • Na verdade, coma mais gordura…e proteínas saudáveis!

Claro, eu não estou falando de gorduras fritas ou gorduras trans. Estou falando dos tipos de gorduras que nossos avós comeram – ovos, queijo, manteiga, frango (com a pele intacta). Os franceses comem desta forma e, como as gerações dos nossos avós, não há um problema de obesidade. Acrescente. Outra coisa sobre a gordura é que lhe deixa satisfeito, o que ajuda com os desejos de açúcar. Algumas idéias que funcionam: quando estiver em um restaurante, peça o prato de queijo ao invés de sobremesa; Coma queijo e biscoitos no chá da tarde; Troque cereal por ovos e presunto.

  • Evitar molhos

Você sabia que o molho de churrasco contém aproximadamente a mesma quantidade de açúcar que a cobertura de chocolate? Cerca de 50 por cento? Molho de tomate é quase a mesma coisa. Meu conselho é ampliar o gosto por uma mostarda da boa qualidade e maionese com ovo inteiro preferivelmente. Molhos à base de tomate também são cheios de açúcar, especialmente quando você considera que raramente se come apenas 50g em uma refeição, mas mais para um copo, ou 250g (que implica multiplicar a quantidade de açúcar por 2,5).

  • Coma de maneira simples

Novamente, eu consultei minha avó sobre as maneiras de comer por aqui. Ela não comia comida desleixadas com muitos molhos sofisticados e ricos em açúcar. Comia carnes e legumes. A maneira mais fácil de eliminar os açúcares escondidos, especialmente quando você está fora de casa, é escolher o alimento que tem o menor número de ingredientes quanto possível. Em um restaurante ou pub, vá direto a um bife e legumes feitos com azeite ao invés de o curry tailandês (comida tailandesa é cheia de açúcar), e no supermercado opte pela versão com a lista com menores ingredientes. Isto, novamente, fará você eliminar um monte de alimentos processados.

  • Cuidado com os produtos de saúde

Alguns dos alimentos mais carregados de açúcar são freqüentemente encontrados em lojas de alimentos saudáveis. Para evitar o rotulo de “açúcar”, muitos alimentos aparentemente nutritivos embalados são adoçados com mel, açúcar de palmas, açúcar de coco e agave, todos os quais são açúcares com outro nome. Agave é um dos mais problemáticos em com mais de 70 por cento de frutose.

  • Aguarde oito semanas

De acordo com vários estudos, levam-se entre 21-60 dias para reverter um hábito. O açúcar é um hábito particularmente difícil de lançar fora, e um com muitos laços emocionais profundamente enraizados. Acho que leva para maioria das pessoas cerca de 6-8 semanas para retirar rapidamente o açúcar fora do sistema. Depois de cerca de dois meses, seus corpos são capazes de determinar quanto açúcar você quer. Quando eles se deparam com o açúcar, não é porque eles são viciados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here