Dicas de primeiros socorros em animais

Se você possui um PET, provavelmente já passou por algumas situações de emergência.

Nós vamos te ensinar como se comportar em determinadas situações para ajudar o seu bicho na hora do aperto. Os acidentes que mais ocorrem são as queimaduras, atropelamentos, quedas e intoxicações.

É importante, portanto estar preparado para esses e outros tipos de emergência, ter um kit de primeiros socorros em casa já é de grande ajuda em caso de emergências.

Então tenha esses produtos em mãos:

Luvas grossas;
Iodo;
Colar elisabetano;
Faixas;
Ataduras;
Toalha grande;
Carvão mineral em pó;
Água oxigenada;
Seringa sem agulha;
Caixa de transporte.

Para todo procedimento de socorro é preciso primeiramente manter a calma.

Animais com dor podem ficar agressivos e irritados com o próprio dono. Fale com tranquilidade e evite movimentos rápidos.

Silver Tabby Cat Sleeping on Person Hand

Confira as dicas:

Queimaduras – Se a queimadura for por fogo, orientamos que abafe o fogo com cobertores e em seguida coloque compressas frias no local da queimadura. Não aplique nenhum tipo de pomada na queimadura e nem tente tirar a pele queimada sozinho. Depois de colocar as compressas, embrulhe o animal em uma toalha molhada e leve ao veterinário.

Engasgamento – A primeira coisa a ser feita é colocar a mão na goela do animal, abrindo a boca e tentando tirar o objeto com a mão. Caso o animal não colabore, dê um tapa nas costas, entre as omoplatas. Se o animal for pequeno, vire-o de cabeça para baixo segurando as patas traseiras e sacuda. Se estes procedimentos não funcionarem, tire a coleira e segure o animal pela cintura, de costas para você, faça de três a seis pressões firmes logo abaixo das costelas do animal com os punhos.

Picada de inseto – O local da picada deve receber compressa fria e gelo para diminuir a absorção do veneno do inseto. Se for picada de algum inseto que tenha ferrão, não tente tirar. Após os primeiros socorros, leve direto ao medico veterinário. Não dê medicamentos.

Choque elétrico – Em caso de choque, não encoste diretamente no animal para não levar um choque também. O ideal é tirar o fio da tomada (se possível) para cortar a corrente elétrica ou utilizar um objeto isolante para afastar o animal do local de choque.

Envenenamento ou intoxicações – Os primeiros 20 minutos é o tempo que leva para o veneno chegar ao sangue. Por tanto, neste tempo, tente induzir o animal ao vomito dando doses de água oxigenada usando uma seringa sem agulha. Se não sabe se o animal foi envenenado a menos de 20 minutos, misture água com carvão mineral até formar uma pasta e dê a ele. Se possível, colete uma amostra do veneno para levar ao veterinário. Alguns animais podem ter parada cardíaca, portanto, se não houver batimento, deite-o de lado e com a mão em cada lado faça pressões rítmicas na caixa torácica.

Brigas de rua – Se a briga for entre cachorros ou gato e cachorro, jogue um balde de água para separa-los. Caso seja entre gatos faça bastante barulho, como bater panelas ou gritar. Para tratar de arranhões que não estejam na área dos olhos ou mucosas, limpe o local com iodo. Para evitar que o animal te machuque, coloque um colar elisabetano no caso de cachorros ou em caso de gato, segure atrás do pescoço e as patas traseiras. Se a briga estiver sido mais feroz, leve-o diretamente ao veterinário.

Atropelamentos e quedas – Dependendo do grau dos ferimentos causados pelo atropelamento ou queda é imprescindível contatar um médico veterinário. Caso os ferimentos sejam hemorragias, coloque ataduras para estanca-los. Se houver ferimentos nos músculos, cubra com tecidos limpos o local e imobilize. Lembrando que o mais recomendado é levar diretamente para o veterinário.

Gatinho, Veterinário, Felino, Médico, Peles, Gato

Sempre leve o animal com segurança para o veterinário, use a caixa de transporte. Se não tiver, use colchão ou lençóis para colocar o animal e levar até o carro. Lembre-se de ligar antes de sair para o médico veterinário para que ele já esteja a par da situação e preparado para receber o seu animal. Guarde com você sempre o telefone de uma clínica veterinária 24 horas e de um veterinário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here