Os Benefícios sobre Amamentação, Dicas e muito mais…

Amamentação: os benefícios para seu bebê, existem benefícios para a mãe?

Leite insuficiente para amamentar, qual é a melhor posição para amamentar e banco de leite.

A amamentação é uma fase muito gostosa, o leite materno é muito importante para o bebê e essa época deve ser aproveitada tanto pela mãe como pelo bebê. Se está grávida e daqui algum tempo vai começar a amamentar não deixe de conferir aqui nossas dicas, vamos falar sobre os benefícios da amamentação para o bebê e para a mãe, sobre a posição correta, banco de leite e até sobre leite insuficiente. Quer saber sobre tudo isso e muito mais? Então fique coladinha aqui.

Nessa época muitas mães enlouquecem, elas querem saber sobre tudo, ter todas as informações e mesmo assim muita coisa, às vezes, passa despercebido. Mas isso é muito comum, não precisa ficar estressada, você está entrando em uma fase nova da vida, o bebê vai mudar a rotina da família e pode deixar os pais de cabelo em pé. Além da amamentação é importante cuidar das roupas e acessórios que a criança vai usar, precisa ter um caderninho com controle das receitas médicas, vacinas, consultas que fez e ainda vai fazer, entre outras coisas.

Não deixe de prestar atenção em tudo isso, aqui vamos falar sobre a amamentação, por isso já pegue seu papel e caneta para já anotar tudo o que vai aprender aqui e não esquecer nadinha. A amamentação é muito importante e necessária para o bebê, se você tem condição de amamentar, não deixe de amamentar.

Benefícios para o bebê e mãe

O leite materno é um alimento essencial para o bebê, ele é super completo e equilibrado, não importa se você ouviu falar que certo tipo de alimento é bom para o bebê e pode substituir o leite materno, ele pode até ser bom, mas não terá tudo o que o leite tem. Ele atente todas as necessidades do bebê, tem todos os nutrientes e sais minerais, por isso é indicado não oferecer nada além do leite materno para a criança até os 6 meses de idade.

É claro que devemos alertar aqui que algumas mães não têm leite suficiente para amamentar, nesse caso é importante conversar com o pediatra para saber a melhor opção para a criança. Mesmo assim não se preocupe em não ter leite, a porcentagem de mulheres que não podem amamentar é muito pequena.

A amamentação traz o benefício de minimizar as cólicas do bebê que são comuns no início, o leite materno é mais fácil de ser digerido, por isso provoca pouca cólica, ela também ajuda na formação do sistema imunológico e previne alergias, intolerância ao glúten e até obesidade. Por ter nutrientes importantes o leite materno também previne a anemia que é bem comum em crianças.

Um grande benefício da amamentação e essa vale tanto para o bebê como para a mãe é o aumento do vínculo.

O momento da amamentação é único, o bebê está em contato com a mãe, isso dá segurança, ajuda a melhorar a confiança e pode até colaborar no relacionamento da criança com outras pessoas. 
O ato da sucção também ajuda no desenvolvimento da arcada dentária. Fizemos uma lista bem interessante com outros benefícios que a amamentação pode dar ao bebê, confira:

● O leite ajuda no crescimento e desenvolvimento de crianças prematuras, dependendo da alimentação da mãe ele vai conter ômega 3, esse nutriente é importante e ajuda nesse desenvolvimento;
● É muito prático, o bebê está com fome? Em dois minutos no máximo você já vai alimentar a criança;
● A amamentação previne doenças relacionadas a respiração como asma e artrite reumatoide, mas nesse caso o bebê precisa se alimentar do leite materno por pelo menos por 6 meses;
● As crianças que são amamentadas desenvolvem mais rapidamente o cérebro, elas apresentam um maior desenvolvimento do raciocínio e vocabulário.

E as mães? O que elas ganham com isso? Além de dar tudo isso ao filho o que já vale a pena as mães ainda tem benefícios. Isso mesmo, já é um grande benefício poder oferecer tudo isso ao bebê, mas de quebra as mamães são beneficiadas de outras formas também. Para começar, a amamentação vai ajudar no desprendimento da placenta, isso contribui para que o útero volte ao tamanho normal, também evita o sangramento excessivo.

A amamentação vai proteger a mãe contra o câncer de mama e de ovário

E um estudo já revelou que a amamentação reduz o risco da mãe desenvolver doenças cardíacas e diabetes depois da gravidez. Já falamos aqui sobre diabetes gestacional, esse problema pode aparecer durante a gravidez devido a alguns fatores, confira nosso artigo sobre o tema. Mas mesmo as mães que têm o problema, ele pode acabar durante a amamentação, esse é um benefício muito bom para as mães.

Sabe aqueles quilinhos que a mãe ganha na gravidez? A amamentação vai fazer você secar completamente, é possível emagrecer muito nessa época de amamentação, muitas mulheres realmente perdem bastante peso. No geral as mães que amamentam até um ano de idade ficam mais magras que antes de engravidar.

A amamentação também protege as mulheres contra doenças cardiovasculares.

Um estudo realizado na Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos mostrou que as mães que amamentaram por mais de um ano tiveram 10% menos ricos de sofrer doenças cardiovasculares no período pós-menopausa. Viu como os benefícios da amamentação são muitos e vão envolver não só o bebê como a mãe também? Não deixei de amamentar se você pode fazer isso, é saúde para a criança e para você.

A melhor posição para amamentar

Existem várias formas de amamentar a criança, ou seja, várias posições, não existe a melhor posição e sim a posição mais confortável para você e o bebê. Muitas vezes a mãe fica cerca de 30 minutos amamentando e se a posição não é confortável pode ser um problema. Uma boa posição é a que facilita a colocação do bebê junto ao peito e permite uma boa pega, muitas mães têm dificuldade no início com a pega, por isso você precisa encontrar a forma certa e que seu filho terá mais facilidade.

Vamos dar algumas opções, confira:

● Segure o bebê colocando barriga com barriga, a criança vai ficar na posição transversal. Utilize o braço contrário ao seio que ele está mamando para segurar o bebê;
● É possível amamentar deitada, nesse caso você deve deitar e colocar a criança em posição paralela a seu corpo, levante um pouco a cabecinha para ajudar o leite a descer;
● Uma das mais simples e comuns, segure o bebê na posição transversal e utilize para segura-lo o mesmo braço do lado do seio que ele mama, essa é a posição universal, é utilizada por quase todas, senão todas as mães;
● Sentada coloque o bebê quase sentado em uma das suas coxas e com as perninhas cada uma de um lado, como se estivesse em um cavalo, a criança deve ficar de frente para o seio.

Essas são algumas posições, umas mais simples que outras, mas tudo vai depender da forma que achar mais interessante. A posição deve ser confortável não só para você, mas também para o bebê, se na posição que colocou, a criança se sentiu incomodada e não está sugando o leite direito é melhor mudar. Pode ter certeza que com o tempo você vai encontrar a melhor posição para vocês.

Leite insuficiente para amamentar

Já falamos nesse artigo que a porcentagem de mulheres que não podem amamentar é muito pequena, por isso se você está grávida não precisa ter essa preocupação. Isso também não tem muita relação com genética, sua mãe pode não ter tido leite suficiente para você, mas você pode ter para seu filho e ainda doar para outras mães.

O que indicamos a todas as mães é fazer um curso de amamentação, o curso é pequeno, simples e oferecido em várias maternidades e hospitais. Muitas vezes as mães têm dificuldade de fazer a criança pegar o leite, ela acaba chorando por causa da fome e a mãe acha que o leite não é suficiente. Quando isso acontece e não existe a sucção do bebê a quantidade de leite realmente vai diminuindo até acabar.

Por isso não deixe de fazer um curso ou pelo menos assistir vídeos na internet explicando como você deve fazer ou agir. É importante dizer também que muitas vezes as mães vão sentir dor, por isso desde já se prepare, no início você pode sentir uma dor bem chata, mas ela vai passar com o tempo, por isso aguente firme, o seu filho precisa desse leite.

Procure o pediatra

Para você que realmente não tem leite suficiente a nossa dica é procurar o pediatra da criança ou até o médico que acompanhou toda sua gravidez, eles vão te orientar com o que deve fazer. Se a criança estiver com dificuldade para amamentar, você também pode procurar uma maternidade com banco de leite, muitas maternidades tem um programa de ajuda, lá eles podem tentar te ajudar e fazer a criança pegar o seio.

Algumas coisas podem substituir o leite materno, não é uma boa opção, mas você pode utilizar, além disso você também pode contar com o banco de leite. Mas antes disso não deixe de conversar com o médico para saber qual a melhor opção. Não decida o que você vai fazer e o que vai substituir o leite materno sozinha.

O banco de leite é uma opção nesse caso e pode te ajudar, pelo menos nos primeiros meses quando o leite materno é tão importante. O banco de leite é também importante para as mães que realmente não podem amamentar por causa de uma doença, nesse caso não deixe de encontrar um local como esse perto de você.

Se você é mãe e tem muito leite, o suficiente para o seu filho e ainda sobra, doe, muitas crianças precisam de leite, ele vai ajudar na formação da criança. Nós já mostramos aqui como a amamentação é importante para a criança, se você pode doar não deixe de fazer isso, essa é uma iniciativa importante. O interessante é que para doar é necessário apresentar o exame te sangue mostrando que está tudo normal com você, só assim é possível doar.

Procure um banco de leite próximo de você

Muitas cidades tem, faça uma pesquisa e veja se a sua cidade oferece esse serviço. Se não encontrar perto de você, mas em uma cidade vizinha, entre em contato para saber se é possível fazer a doação. A vida de uma criança pode ser muito melhor com a sua ajuda, se tem leite sobrando, não deixe de doar.

No local eles também vão informar como é feita a coleta, onde colocar, como armazenar, entre outras coisas, você não terá muito trabalho e muitos bancos de leite vão até a casa da mãe recolher o leite. Essa é uma facilidade bem interessante para as mães que desejam doar, mas estão mais longe.

Ficou alguma dúvida, você não pode começar a amamentar com dúvidas, converse com seus médicos, faça um curso de amamentação e tenha o prazer de proporcionar tantos benefícios para o seu filho.

2 COMENTÁRIOS

  1. De fato, o melhor assunto que vi sobre esse tema até o momento. Meus parabéns! O texto saiu ótimo. Depois visite o meu site. Abraço!

  2. De fato, o melhor artigo que vi sobre esse tema até o momento. Meus parabéns! O conteúdo saiu ótimo. Depois visite o meu blog. Abraço!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here